O EVENTO

Nos próximos dias 1920 e 21 de julho de 2024, o Vimeiro recebe o evento Batalha do Vimeiro 1808 que, este ano, apresenta como tema A Mulher na Época Napoleónica. O evento é organizado pelo município da Lourinhã, em parceria com a Junta de Freguesia do Vimeiro, com a Associação para a Memória da Batalha do Vimeiro (AMBV) e com a Associação Napoleónica Portuguesa (ANP).

Esta iniciativa convida os visitantes a viajar no tempo e traz, ao concelho da Lourinhã, um vasto conjunto de atividades temáticas, num espaço ilustrado à época oitocentista, nomeadamente, espetáculos de animação de rua, tasquinhas, workshops diversos, mostras de produtos gastronómicos, artesanato, entre outras atividades.

Entre os momentos mais aguardados estão as recriações do acampamento militar, o baile oitocentista e ainda múltiplos concertos e atuações teatrais ao longo do evento.



HISTÓRIABATALHA DO VIMEIRO

A Batalha do Vimeiro foi travada no dia 21 de agosto de 1808 entre o Exército Francês, comandado por Junot, e o Exército Anglo-Luso, sob o comando de Sir Arthur Wellesley, futuro Duque de Wellington. Após os combates na Roliça no dia 17 de agosto, Sir Arthur marcha para a zona do Vimeiro a fim de fazer o desembarque de reforços na Praia de Porto Novo.

VER MAIS

As tropas anglo-lusas mantiveram uma posição defensiva no Vimeiro, aproveitando a geografia do terreno. Os franceses, reunidos em Torres Vedras, decidiram tomar a ofensiva, chegando à Carrasqueira na manhã de 21 de agosto. A partir desse ponto, Junot deu ordem de marcha para a batalha. Sem conhecimento da situação do flanco esquerdo, duas brigadas francesas confrontaram os britânicos nos altos da Ventosa. Uma vez mais, os franceses viram-se forçados a recuar.

A Batalha do Vimeiro foi uma vitória inegável do Exército Anglo-Luso sobre as forças da França Imperial, pondo termo à Primeira Invasão Francesa. Junot perdeu cerca de 2000 homens, entre mortos, feridos e prisioneiros e o exército anglo-luso cerca de 700.

Esta batalha foi decisiva visto que colocou termo à Primeira Invasão Francesa de Portugal.



ORGANIZAÇÃO





PARCEIROS








APOIOS